NOSSA FORMA DE VER O MUNDO

SOBRE O QUE REALMENTE IMPORTA

 

Li algumas coisas nas redes sociais e ouvi algumas pessoas que me levaram a alguns questionamentos:

Gabriela Pugliesi

Sobre ser saudável:

O que você pensa quando vê algumas fotos de pessoas fitness, que malham, fazem dietas e tem uma vida saudável? As opções…primeiro você pode achar muito lindo mas que serve só pra ela, você pode achar que a pessoa só quer aparecer ou pode ser um incentivo pra você buscar o que há de melhor em você, pode querer se espelhar nela, seguir seus passos, extraindo sempre o que a pessoa tem de melhor, até porque todos somos imperfeitos e temos nossas falhas…

Fundação Xuxa Meneghel

Sobre ser solidário:

E o que você pensa quando fica sabendo, quando vê ou lê algo sobre alguém que faz caridades, doações ou que ajuda o próximo? Algumas opções: você pode achar que a pessoa faz isso porque tem condições financeiras favoráveis, porque ela é feliz demais e não cabe a você fazer o mesmo; você também pode achar que a pessoa esta querendo aparecer, que ela quer ser melhor que todos e que esta contra o que diz a bíblia; ou pode ver simplesmente como um gesto lindo de amor de entrega ao próximo e pode ficar com vontade de fazer a mesma coisa.

Pais que educam:

O que você pensa quando vê pais que conseguem se entregar totalmente aos filhos nos cuidados, sobre as mães que conseguem amamentar no peito até depois dos 6 meses, sobre os pais que incentivam a leitura, alimentação saudável com frutas, legumes e sem muito açúcar, que conseguem na maioria das vezes estabelecer uma rotina (principalmente na hora de dormir) que incentivam brincadeiras ao ar livre e deixam usar os eletrônicos pouquíssimas vezes, que ensinam seus filhos a irem na igreja, a orar?  Hum? Diz ai… o que você pensa disso? Já estão imaginando as opções? Vamos lá: você pode pensar que eles são de marte, que eles não existem, que é impossível ser assim 24 horas todo dia (o que eu também concordo), você também pode achar que a “sociedade” quer exigir muito e já que somos humanos e erramos não vale a pena o esforço para buscar a perfeição, pode achar que os filhos tem que aprender na escola, na esquina ou com o futuro parceiro ( e isto pode trazer alivio e te deixar menos frustrado); ou… (melhor opção) pode querer isso pra sua vida, para os seus filhos, pode pensar que não vai acertar sempre mas que não vai parar de tentar, vai estudar, vai ler, vai assistir filmes, documentários, videos no You Tube, seguir bons exemplos no Instagram, vai fazer tudo o que estiver ao seu alcance, e o que não conseguir vai entregar nas mãos de Deus pra Ele ajudar. (obs: Promete pra mim que vai fazer e pensar nesta ultima opção?)

Não busco ser perfeita em tudo, não quero exageros nem ficar neurótica, só preciso saber que dei o meu melhor. Sabia que todos podemos? Não são só as atitudes que fazem toda a diferença, mas sim o modo como olhamos pra elas. Que não queiramos ser Deus aqui na terra, o julgamento só cabe a ele!

Viva de uma forma que a vida do outro não venha a te incomodar, mas tente extrair sempre o melhor de cada um. Viva o amor, pense no amor e o mundo será um lugar lindo e melhor para nossos filhos!

 

Deixe uma resposta