RETROSPECTIVA 2015

EM 2015…

10899836_10203271444766985_275765079_n

Gosto muito de olhar o passado, não para entristecer e lamentar algo que eu fiz ou deixei de fazer, mas para analisar, refletir, para aprender com minhas atitudes e mudar, sim, mudar para melhor. Sempre tem algo que pode ser aperfeiçoado, ainda mais para nós mães que buscamos ser desesperadamente boas no que fazemos. Queremos ser boas para nossos maridos, parentes e amigos e queremos ser ótimas para nossos filhos. Amamos intensamente e trabalhamos duro.

Um dos meus inúmeros tombos na vida

Um dos meus inúmeros tombos na vida

DSCF8368

Me levantando toda vez…

Como eu cometi vários erros, também aprendi bastante. Nossos filhos nos ensinam muito sobre Deus e sobre como nos relacionar com as pessoas, no relacionamento com meu marido também. Aprendi tanto em 2015, aprendi muito sobre mim, muito do que não quero para minha vida e para minha família. Fiz uma lista das coisas que aprendi no decorrer deste ano, mas isto não significa que virei expert (the best) no assunto, agora preciso exercitar no dia a dia, orar mais, estudar mais, praticar mais pra não esquecer. Lá vai:

Lista de 2015

Aprendi a:

  • ser perseverante;
  • ser misericordiosa;
  • ser mais paciente;
  • ter mais esperança;
  • ter mais fé e entregar nas mãos do Pai do céu;
  • a dar prioridade para o que mais importa para minha alma, minhas filhas;
  • a rezar mais (diariamente no mínimo);
  • a ler mais;
  • que a comida precisa ser diária e o exercício físico também (para uma boa manutenção do bem mais precioso que Deus me deu: meu corpo);
  • a reclamar menos;
  • não criticar ( preciso aperfeiçoar muito);
  • não julgar;
  • não desistir (sei que os planos de Deus para mim são preciosos);
  • que Deus esta sempre comigo, mesmo em silencio;
  • a pedir perdão e perdoar mais;
  • que dinheiro é importante, mas os momentos com a família reunida é muito mais;
  • que conseguimos viver com pouco;
  • que Deus não me da fardos maiores do que posso carregar;
  • que posso viver com menas horas de sono por dia;
  • que vou ter uma casa para limpar todos os dias, mas minhas filhas vão ser crianças apenas por um curtíssimo período;
  • que brincar é muito bom;
  • que minhas filhas podem crescer mais devagar, não precisam largar as fraudas tão cedo, não precisam parar de me chamar para ajuda-las a fazer algo;
  • que tenho que me cercar de pessoas boas e otimistas;
  • que agradecer é essencial;
  • que não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que farei a respeito;
  • que ter minhas filhas adormecidas em meus braços é um dos momentos mais pacíficos do mundo;
  • que um determinado assunto pode ter mil opiniões diferentes e que muitas estarão certas;
  • que ser gentil é mais importante que estar certa ( treinando aqui com meu maridão);
  • que minha oração chega onde eu não posso ir;
  • que Deus não fez tudo em um só dia, porque então eu precise fazer?;
  • que quanto menos tempo tenho mais coisas consigo fazer;
  • que estou descobrindo minha missão aqui na Terra;
  • que me transformo em uma leoa devoradora onça quando mechem com minhas filhas;
  • que o amor entre duas pessoas precisa de umas lutas para fortalecer, mas a necessidade do carinho e companheirismo  é maior;
  • que preciso gostar mais de mim;
  • que a opinião alheia não importa tanto assim;
  • que rir é o melhor dos remédios…

E tem tantas outras coisas, sei que Deus esta me lapidando. E que 2015 foi um ano difícil, e que se não fosse assim talvez não teria amadurecido tanto. Obrigado Senhor por ser bom o tempo todo…

Que venha 2016, sei que vai ser o máximo!

Feliz ano novo pra todo mundo!!

 

 

 

One comment

Deixe uma resposta