EDUCAR É FÁCIL?

Foto de 2014

Foto de 2014

PRA QUEM ACREDITA QUE EDUCAR É MOLEZA!

Para quem não tem filhos, analise muito sua vida antes desta importante decisão! E para muitos nem é recomendado ter! Quem não quer abrir mão de sua vida de solteiro, das baladas, dos vícios, de horas de sono, ou do seu programa de TV favorito, desista!

Preciso dizer que hoje não está fácil! Sabe aquele dia que você ensina, ensina, ensina (3 milhões de vezes) alguma coisa e parece que não entra na cabeça da criança? Pois é, estou nessa!

Ai vem aquela vontade de deixar elas na sala assistindo televisão enquanto eu faço tudo por elas. Vai ser mais rápido, eu não vou precisar ficar falando, explicando ou mandando fazer, vai sair do meu jeito, sem neura e sem me preocupar em fazer novamente depois! Mas não, eu insisto em fazer do modo mais complicado.

Tudo começa quando elas acordam, eu peço para tomar café, ir escovar os dentes, tirar o pijama e arrumar as camas. Sim, eu falo para fazerem isto todos  os dias, e não fico sentada gritando, vou junto (principalmente com a Manu). Depois é claro de ter arrumado a minha cama, trocado o meu pijama, enfim, de ter feito a minha parte para não cobrar sem fazer também.

Continue reading →

QUAL A INFLUÊNCIA DA TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO DO SEU FILHO?

EXISTE VIDA ALÉM DA TECNOLOGIA

Qual é a influência da televisão no desenvolvimento do seu filho? O que de fato ele tem assistido nesses programas infantis? Quais os pontos positivos e negativos?Você costuma assistir a esses programas com seu filho? O que ele assiste está de acordo com os valores da sua família? Quanto tempo eles passam jogando no computador, tablet ou celular? Como brincar sem o uso tecnológico? 

Nas férias escolares é muito comum a criançada optar pelo uso da tecnologia para entreter seus dias. Quem cuida precisa rebolar para diminuir o tempo do sofá. O uso está se tornando cada vez mais comum e o contado com a televisão, celular, tablet e computador ainda mais cedo. São inúmeras ofertas de brincadeiras, jogos, brinquedos eletrônicos que “brincam sozinhos”. Acabam tornando nossos pequenos muito passivos, alienados, o contrário que se espera de uma criança.

Ficar muito tempo assistindo à televisão não é saudável, principalmente na fase em que a criança precisa desenvolver mais atividades motoras. Para trabalhar coordenação ela precisa interagir.

A civilização não andaria hoje sem o computador, mas a criança deve passar pelas etapas que a humanidade toda já passou até agora”, resume o pediatra Antonio Carlos de Souza Aranha. Ou seja: desenvolver primeiro a criatividade e o raciocínio próprios, para depois dominar uma ferramenta que é parte integrante da vida moderna – e que jamais funcionaria sem a criatividade e o raciocínio humanos.
Depois de 2 anos pedindo de presente, o “papai noel” trouxe o tablet para a Elisa neste natal. Confesso que tinha muitas duvidas e achava que era muito nova para isto ( a Isa vai completar 6 anos em fevereiro). Pesquisei muito a respeito sobre os pontos negativos e positivos também. Ela já usava nosso celular desde os 3 anos, muito raramente, claro! (Para os críticos de plantão…quem deve decidir a hora certa são os pais)Claro que precisa ser uma escolha consciente, pois existem muitos malefícios do uso inadequado para as crianças. A recomendação da Academia Americana de Pediatria (AAP) é que crianças menores de 5 anos devem ter menos de 2 horas de televisão(incluindo toda a tecnologia) por dia.

LISTA DOS PONTOS NEGATIVOS:

Assistir televisão (qualquer uso de eletrônicos) pode levar a criança a desenvolver:
  • Tendência à imitação;
  • Submissão;
  • Isolamento ou apatia;
  • Agressividade;
  • Atividade sexual precoce;
  • Diminuição da comunicação familiar;
  • Insônia;
  • Obesidade;
  • Consumismo;
  • A criança até 2 anos que fica muito tempo diante da TV pode ter o desenvolvimento da visão periférica comprometida;
  • Mais chances de desenvolver asma (de acordo com estudos britânicos);
  • diminui a capacidade de concentração;
  • estereotipagem (muitas vezes de forma errada) racial e dos papéis de gênero.

 5 DICAS PARA COMEÇAR HOJE:

1) Limite o uso da TV a uma hora ou no máximo a duas horas por dia e lembre-se de escolher um programa de boa qualidade. Para isso, procure conhecer os programas que seu filho gosta de assistir. Você pode fazer isso nos finais de semana ou gravá-los para assistir depois.

2) Selecione os programas que você assiste quando as crianças estiverem por perto. Lembre-se: educamos pelo exemplo.

3) Não faça da TV o ponto central da sua casa. Apenas um aparelho em casa é o suficiente. Essa dica é importante! Na minha casa, por exemplo, só temos um aparelho.

4) Procure assistir alguns dos programas com seu filho e o ensine a ter opiniões críticas sobre o que assiste.

5) Não perca a oportunidade de estar com seu filho. Mas se for para escolher entre a TV ou uma brincadeira, prefira brincar com ele. Vai ser mais divertido!

Você deve estar se perguntando como poderá acompanhar os programas que seu filho assiste com essa falta de tempo e correria, já que ninguém é de ferro(e confesso que tem dias que elas usam mais que o necessário). Mas, é fundamental que você saiba o que seu filho anda assistindo. Não perca tempo! Pesquise, leia, converse com outra pessoas, procure dentro da sua rotina uma forma de conhecer que tipo de informação a TV está transmitindo para seu filho. Afinal, você não quer permitir que a TV molde os valores, as crenças e o comportamento do seu filho!

LISTA DE BRINCADEIRAS QUE ESTIMULAM A CRIATIVIDADE:

  • Pular amarelinha;
  • Pular corda;
  • Pula pula;
  • Cantigas de roda;
  • Esconde esconde;
  • Ioiô;
  • João bobinho;
  • Pião;
  • Bolinhas de gude;
  • Dança das cadeiras;
  • Futebol de botão;
  • Passa anel;
  • Vivo ou morto;
  • Pulando no saco;
  • Fantoches;
  • Contar histórias, faz de conta, se incluirmos fantasias então (brincadeira preferida das meninas aqui);
  • Pintura com tinta (guache);
  • Massinha de modelar;
  • Desenhar;
  • Culinária (quando meu tempo é maior para preparar as refeições gosto de colocá-las na cozinha, elas brincam, aprendem e ainda ficam pertinho de mim);
  • Jogo da velha;
  • Jogos de tabuleiro, xadrez, dama…;
  • Jogos de adivinhação, jogo da memória;
  • Mímica.

São tantas brincadeiras, é que as vezes nos esquecemos como era bom quando brincávamos sem o auxilio das telinhas!

54610182-5cc3-45e0-b2f5-7b0bc312451b8e15f411-83a2-40b0-9137-6534a974332a    08ad63ac-73c0-40dd-a129-93db290b01cdnuelaIMG-20160101-WA0006

Esta lembrando de mais alguma brincadeira que não coloquei na lista? Comente abaixo…

Espero ter ajudado!

Musica que amo!

Fonte: www.maesqueeducam.com.br